7 de outubro de 2022
CULTURA

Ator diz que se não atuasse estaria cumprindo ministério espiritual

O ator Andrew Garfield é conhecido por filmes de sucesso como “Homem-Aranha: Sem volta para Casa”, no entanto, sua série de performances em filmes com temática religiosa provocou perguntas sobre o interesse de Garfield em assuntos espirituais.

Suas participações incluem um médico heroico do Exército da Segunda Guerra Mundial Desmond T. Doss em “Até o Último Homem” e o evangelista Jim Bakker em “Os Olhos de Tammy Faye”.

Segundo Faith Wire, sua nova série sobre crimes chamada “Under the Banner of Heaven”, é o mais recente projeto que trata do tema da religião. Garfield retrata um detetive lutando com questões de fé e assassinato.

Enquanto discutia seu último projeto, Garfield revelou que se ele não estivesse trabalhando em Hollywood, provavelmente estaria estudando teologia. Ele afirmou que questões de fé e espiritualidade, e o mistério de uma vida espiritual, é o que mais atrai ele.

Anteriormente, o ator já havia feito outros comentários sobre fé e religião que também provocaram manchetes, como quando discutiu seu papel como padre Sebastião Rodrigues em “Silêncio”.

“O que foi realmente fácil foi se apaixonar por essa pessoa, foi se apaixonar por Jesus Cristo, isso foi a coisa mais surpreendente. Essa foi a coisa mais notável – se apaixonar, e como foi fácil se apaixonar por Jesus”, disse ele sobre sua preparação para o papel.

Além disso, em 2016 Andrew afirmou que não se considera uma pessoa cristã, mas mas sim um “panteísta, agnóstico, ocasionalmente ateu, e um pouco judeu, mas principalmente confuso”.

“Para mim, é um terreno muito fértil que é infinitamente interessante. Porque se você está lidando com espiritualidade, você está lidando com a fé, então você está realmente lidando com a vida e a morte. E o que é mais vital? Qual é a pergunta maior?”, disse.

Gospel Prime