24 de setembro de 2022
MUNDO

Bíblia completa: Instituto vai traduzir o Antigo Testamento em todos os idiomas

Com a missão de “promover o acesso e o compromisso com toda a palavra de Deus para todas as línguas e culturas”, o Instituto de Línguas e Tradução da Bíblia, da Fundação 4.2.20, disse que está trabalhando para acelerar a tradução do Antigo Testamento (AT).

O grupo quer reduzir a barreira linguística que impede muitas pessoas de ler a Bíblia. Conforme o Christian Post, o instituto está treinando tradutores e consultores em hebraico, tanto em Jerusalém (de forma presencial), quanto online.

“Nosso objetivo é que as traduções completas da Bíblia comecem em todos os idiomas até 2033”, disse a organização em seu site.

Para eles, o AT é essencial para o entendimento da palavra de Deus, já que a cada quatro versículos do Novo Testamento (NT), em média, aparece uma citação direta do VT.

Trabalhos em andamento

O chefe de gabinete da Fundação 4.2.20, Ricki Gidoomal, explicou que a organização tem uma equipe com mais de 35 pessoas, incluindo professores.

Sobre o investimento para a realização do trabalho, ele explicou que há uma necessidade contínua de patrocinar tradutores e consultores da Bíblia, que são treinados em seus programas.

“São eles que retornarão ao campo para garantir que a Bíblia seja traduzida em suas línguas maternas. Eles precisam ter em seus currículos recursos exegéticos para traduzir a Bíblia para surdos e mudos”, disse Gidoomal.

Ele compartilhou que a organização trabalha com mais de 47 agências de tradução da Bíblia para garantir que “aqueles que são treinados continuem a servir em projetos no futuro”.

“O Antigo Testamento é pouco traduzido”

A maioria das línguas do mundo — cerca de 90% — ainda não tem uma tradução completa da Bíblia, observa a organização em seu site. Das mais de 400 línguas de sinais em todo o mundo, apenas uma tem a Bíblia completa.

Os tradutores observam que o Antigo Testamento é pouco traduzido e frequentemente mal compreendido.

“É disso que se trata este trabalho”, disse David Swarr, presidente e CEO da Fundação 4.2.20, em um comunicado publicado pela CBN News. “Tivemos pessoas de todo o mundo que se reuniram com muita oração para buscar o Senhor”, disse ao se referir à necessidade da realização deste trabalho.

Ele enfatiza que as pessoas precisam da Bíblia completa para “compreender o Evangelho do Reino que Jesus veio pregar”.

Velho, antigo ou original?

O vice-presidente de inovação estratégica da Fundação 4.2.20, David Hamilton, disse que o grupo se refere ao Antigo Testamento como o “Testamento Original”.

“Quando chamamos algo de ‘velho’ ou ‘antigo’ podemos ter o sentimento de querer jogar fora ou substituir por algo novo. Já a palavra ‘original’ faz lembrar de algo  multigeracional”, justificou.

“O Testamento Original foi a Bíblia que Jesus e os apóstolos usaram, e queremos que todos tenham acesso”, disse.

Hamilton trabalhou com o JOCUM (Jovens Com uma Missão), por aproximadamente 38 anos. Ele disse que o grupo está trabalhando na tradução oral de 30 passagens da Bíblia, e que esse projeto deverá ser concluído até o final de 2025.

Importância do Testamento Original

Hamilton observou que seria impossível ler o Novo Testamento sem ter lido as histórias de Abraão, Moisés, Davi e outras figuras que aparecem no Antigo Testamento.

“Lugares como Jericó ou Jerusalém ou ainda os eventos como cruzar o mar Vermelho, receber de Deus o maná no deserto… não tem como entender como isso aconteceu e quem eram essas pessoas”, disse ao citar a falta da primeira parte da Bíblia.

“Quando lemos a Bíblia sem uma compreensão do Testamento Original, não temos uma visão completa dos propósitos de Deus”, apontou Hamilton.

“Então, queremos apenas que a plenitude da boa Palavra de Deus esteja disponível para todas as pessoas. O nosso objetivo é oferecer a Palavra de Deus inteira ao mundo inteiro”, concluiu.

GuiaMe