26 de setembro de 2022
MUNDO

Filipe Toledo se torna tetracampeão no Brasil e agradece: “Sem Deus eu não conseguiria”

O surfista brasileiro Filipe Toledo se tornou o campeão do Oi Rio Pro 2022, etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe, realizada em Saquarema (RJ) nesta terça-feira (28).

No pódio, falando a uma multidão de torcedores na Praia de Itaúna, o tetracampeão da etapa brasileira fez questão de iniciar seu discurso destacando sua gratidão a Deus.

“Primeiramente, antes de qualquer coisa, eu queria agradecer a Deus por tudo o que Ele tem feito na minha vida e na vida da minha família, por ter me trazido até aqui. Sem Ele eu não conseguiria”, destacou Toledo. 

O surfista continuou: “O que vem agora na minha vida é lucro. Depois desse momento difícil que todo mundo passou, muita gente foi afetada, estar aqui hoje reunidos com vocês, com essa energia, não tem preço. Eu só tenho a agradecer, esse título fica aqui no Brasil.”

Atual número 1 do mundo, Filipinho já conquistou dois títulos na temporada de 2022. Com a vitória de hoje, o surfista de Ubatuba se tornou o maior campeão da etapa do Rio do Circuito Mundial, com quatro vitórias — ele foi vencedor em 2015, 2018, 2019 e 2022, com direito a nota 10.00 na final. 

No Instagram, o surfista e pastor Marquito Santos publicou uma foto orando com Filipinho e o parabenizou pela conquista. Ele também destacou a fé do atleta brasileiro.

“Me sinto tão abençoado por mais uma vez termos acessado juntos o lugar mais alto que um homem pode chegar, ‘aos pés do Senhor’. Essa fé em meio às lutas é a maior vitória, dom de Deus, que nenhum homem pode comprar nem conquistar por esforço próprio”, disse ele, citando também ‭‭Filipenses‬ ‭4:13‬, que diz: “Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação.”

Cristão, Filipe sempre tem sido aberto sobre sua fé no Circuito Mundial de Surfe, expressando sua gratidão a Jesus nas vitórias e até mesmo derrotas.

Em entrevista ao programa Nova Talk em 2019, apresentado pelo pastor Mauricio Fragale, ele falou sobre carreira, família e sua vida com Deus.

“Eu tenho muita fé. Sempre fui criado com isso, de ter fé e nunca desistir. A minha família, meus pais, nós já passamos por poucas e boas, mas nunca desistimos. Nos momentos difíceis a gente sempre está ali: ‘Deus, me ajuda’. Mas quando está bom, muita gente esquece de agradecer”, disse o surfista.

E continuou: “Então, meus pais sempre me corrigiram muito nisso: ‘Olha só, não é só nos momentos difíceis que você tem que pedir e orar. E quando está bom? Está bom porque Deus quer que esteja bom’. Então, eu sempre valorizei muito esses bons.”

GuiaMe