Search
Close this search box.

Pastor Lamartine Posella lança livro mais importante de sua história ministerial

O pastor Lamartine Posella, pastor presidente e fundador da YAH Church (antiga Igreja Batista Palavra Viva, que existe desde 1989 em São Paulo, lança neste domingo (12/11), um dos livros mais importantes de toda sua história ministerial:  o Panorama da Bíblia, obra que todo cristão deve ler para entender as escrituras. A cerimônia acontece na sede da YAH Church, no bairro da Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo, em três horários: às 9h, às 11h e às 18h, quando também acontecem os cultos. No final deles, o pastor Lamartine autografará os livros e receberá suas ovelhas e seguidores das redes sociais. Em o Panorama da Bíblia o leitor encontrará uma visão geral das principais histórias e ensinamentos de cada livro da Bíblia, desde o Antigo Testamento até o Novo Testamento, além de explicações claras e concisas dos contextos históricos e culturais em que os eventos da Bíblia ocorreram. Assim, a obra promete ser uma ferramenta importante para ajudar nos momentos de leitura das escrituras. Lamartine Posella diz que Panorama da Bíblia é o livro que mais gostou de escrever “porque ele expressa, na verdade, o amor que eu tenho pelas escrituras”, afirma. “Me debruçar sobre cada livro, refletir a respeito do contexto histórico, os destinatários do texto e o porquê eles foram escritos, foi muito prazeroso para mim”, reitera Posella. “É um prazer muito grande, e uma honra, poder dividir com as pessoas que amo – minhas ovelhas, meus seguidores –, muito do conhecimento que Deus me deu ao longo desses 40 anos de estudo da Palavra””, finaliza o pastor, reforçando também o convite para o lançamento. Serviço: Lançamento no novo livro do pastor Lamartine Posella Panorama da Bíblia – a obra que todo cristão deve ler para entender a bíblia  Data: 25/11 Horários: cultos das 9h, 11h e 18h Local: Avenida Mofarrej, 1.024, Vila Leopoldina – São Paulo, SP. SOBRE LAMARTINE POSELLA Pastor sênior da Yah Church em São Paulo. Com mais de 30 anos de ministério, tem se dedicado a pregar o evangelho “até que o mundo todo ouça que Jesus Cristo é o Senhor”. Lamartine é casado com Lylian; sua filha, Érica, e seu genro, Ramon, lhe deram dois netos: Enzo e John. Atualmente, Lamartine e Lylian aguardam a chegada de seu terceiro neto. CLIQUE AQUI PARA CONHECER MAIS SOBRE A YAH CHURCH

Deive Leonardo ganha espaço inédito para falar sobre Jesus na Netflix

Maior plataforma de streaming pago do mundo levará para 190 países a turnê ‘A Resposta’, que tem lotado Brasil e outros países Alvo de mais de 15 milhões de seguidores no Instagram e de 9 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, Deive Leonardo corrobora a condição de fenômeno ao inaugurar no catálogo da Netflix o primeiro espaço para conteúdo de evangelização na plataforma. A turnê “A Resposta”, que tem lotado estádios e ginásios Brasil afora, além de muitas casas em outros países, entrará em cena no menu do maior serviço de streaming do mundo a partir do dia 29 de novembro. A edição é fruto da gravação de duas apresentações de Deive no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, além de imagens gravadas em Joinville, onde o evangelista vive com a família. “Estou muito feliz, pela primeira vez na história vai ter uma pregação sobre Jesus na Netflix”, comemora Deive Leonardo. A despeito das produções que abordam conteúdos religiosos na Netflix, “A Reposta” é o primeiro título em caráter de evangelização da plataforma, endossando a missão de Deive para muito além desta ou daquela religião. Seu foco é o Evangelho. Para a alegria de Deive Leonardo e de seus milhões de seguidores, o trailer oficial foi publicado nesta segunda-feira (6). A chegada de “A Resposta” à Netflix é motivo de grande celebração, mas não é obra do acaso. Uma trajetória robusta tem sido construída ao longo de anos. Hoje, o evangelista gera só nas redes sociais um engajamento de quase meio bilhão de visualizações. Também fez história pelos programas de TV por onde passou, sempre performando bem na audiência. A palavra de Deive também tem sido consumida em ritmo de best sellers por meio de uma série de livros já publicados, como “O Deus que me faz chorar”; “Ser Diferente #Partiu”; “O amor mais louco da história”; “Coragem para recomeçar”; “Final da Tempestade”, “Devocional alegria do amanhecer” e “Colocando a vida em ordem”. Apesar de ter nascido em um lar cristão, somente aos 19 anos, após um encontro especial com Deus, ele passou a se dedicar a ser um agente de transformação na vida das pessoas. Formado em Direito, chegou a trabalhar como vendedor e bancário, mas sentiu que não era aquilo que o fazia feliz, e foi em busca de uma comunicação mais coloquial e direta com o público para levar a palavra de Deus. Assessoria

Glorify lança devocional em livro

Com cinco milhões de usuários no Brasil, o aplicativo Glorify ganha agora uma versão em livro. Publicado em parceria com a Editora Mundo Cristão, o impresso chega com o mesmo propósito do digital: oferecer momentos de tranquilidade e apoiar o bem-estar geral dos leitores, a partir de mensagens que acalmam e conectam com o Pai. “Glorify: Devocionais para uma vida mais conectada com Deus” convida os leitores a uma nova jornada diária, auxiliando-os em sua vida espiritual. Ele promove alegria e intimidade com o Criador por meio de pequenas e consistentes conexões que podem ajudar a combater a ansiedade, viver com propósito, melhorar o sono e trazer paz. A obra é dividida em quatro grandes temas. Começa com os princípios fundamentais da fé cristã. Em seguida, apresenta ferramentas espirituais saudáveis para lidar com desafios e aflições. Depois, examina como os ensinamentos de Jesus auxiliam na formação do caráter humano, mesmo em meio às dificuldades da vida, ao refletir acerca das virtudes bíblicas. Finalmente, encerra com uma abordagem prática sobre como viver conforme os valores cristãos. Ao preservar os elementos gráficos atrativos do aplicativo, a edição impressa apresenta versículos bíblicos, devocionais, meditações guiadas e espaço para oração e reflexão. O livro pode ser adquirido na Amazon. Sobra o Glorify Fundado em 2019 pelos empreendedores cristãos britânicos Henry Costa e Ed Beccle, o Glorify é um aplicativo móvel com a missão de possibilitar que cristãos em todo o mundo se conectem com Deus diariamente por meio de leituras bíblicas. Pretende tornar-se a principal plataforma digital cristã, que reinventa como os fiéis se conectam com Deus por meio da tecnologia. O aplicativo está disponível para download no Google Play Store e Apple Store.

“The Chosen” estreia em dezembro, divulga SBT

A série cristã de sucesso mundial “The Chosen” vai estrear em dezembro no SBT. A emissora já havia divulgado que a produção baseada nos Evangelhos seria exibida na TV aberta, mas sem informar quando. Recentemente, a vice-presidente do SBT, Daniela Beyruti, anunciou o mês da estreia em postagem no Instagram. Porém, o dia e o horário ainda não foram divulgados. s episódios 1 e 2 da terceira temporada de “The Chosen” foram exibidos nos cinemas brasileiros, com a série entrando no ranking dos filmes mais assistidos no país. Fenômeno mundial “The Chosen” já alcançou 110 milhões de pessoas em todo o mundo desde seu lançamento, de acordo com a produtora Angel Studios.  Como apoio de uma ONG, a série cristã será traduzida para 600 idiomas, com o propósito de aumentar o alcance global da produção e alcançar 1 bilhão de pessoas com a mensagem de Cristo. A produção pode ser assistida gratuitamente pelo aplicativo de “The Chosen”. A série ultrapassou o próprio streaming e já está disponível no Univer Video, GloboPlay e na Netflix (1ª temporada).

Cientistas descobrem ‘capítulo oculto’ da Bíblia escrito há 1.500 anos

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Um grupo de pesquisadores descobriu um “capítulo oculto” na Bíblia cristã escrito há aproximadamente 1.500 anos. O estudo foi publicado no jornal Estudos do Novo Testamento (New Testament Studies, em inglês). O trecho recém-descoberto estava escondido sob duas camadas de pergaminho reescrito. O texto havia sido raspado do pergaminho. Os cientistas conseguiram acessá-lo por meio de fotografias utilizando luz ultravioleta. De acordo com os pesquisadores, a passagem é uma interpretação do capítulo 12 de Mateus, da Bíblia. Originalmente, o capítulo era parte das traduções siríacas antigas das escrituras feitas há 1.500 anos. Até então, existiam apenas dois manuscritos conhecidos por conter a tradução siríaca antiga dos Evangelhos -um na Biblioteca Britânica, em Londres, e o outro descoberto no Mosteiro de Santa Catarina, no Monte Sinai, Egito. O novo manuscrito foi encaminhado para a Biblioteca do Vaticano. O texto ofereceu aos pesquisadores novos insights e sutis revelações sobre as escrituras, que diferem de outras traduções. Um exemplo é a tradução grega de Mateus 12, que diz: “Naquela época, Jesus passava pelos campos de trigo no sábado; e seus discípulos ficaram com fome e começaram a colher as espigas e comer”. Já a tradução siríaca expressa a passagem como: “começaram a colher as espigas, esfregá-las nas mãos e comê-las”. “Isso nos dá uma visão dos primeiros estágios do texto da Bíblia e das comunidades que a traduziam”, disse Garrick Allen, professor sênior de estudos do Novo Testamento na Universidade de Glasgow ao tabloide Daily Mail.

Atriz que fazia bruxa ‘Sabrina’ fala sobre vida com Cristo: “Satanás não é bem-vindo aqui”

A atriz Melissa Joan Hart, conhecida pelas séries “Sabrina, Aprendiz de Feiticeira” e “Clarissa Sabe Tudo”, sucessos da década de 90 e 2000, tem falado abertamente sobre sua jornada de fé em Jesus Cristo e sobre a importância da oração. Melissa foi criticada e acusada de antissemita por se manifestar sobre suas crenças em Jesus, em uma entrevista ao podcast “Journeys of Faith” (Jornadas de Fé), em 2019. Ela revelou que começou a frequentar uma igreja presbiteriana, estuda a Bíblia e está sempre buscando se aproximar de Deus. Segundo a CBN News, depois que seu filho conheceu um menino judeu na escola e perguntou à mãe dele quem iria para o céu e o que é preciso para chegar lá, Melissa reconheceu que precisavam conhecer Jesus para chegar ao céu. “Sou cristã, acredito que Jesus é meu salvador. Acredito em Deus e acredito em Jesus como Seu filho”, explicou ela. A atriz, de 46 anos, crê que acreditar em Jesus é o que “abre as portas do céu”. Seguidora de Cristo Melissa foi criada em um lar católico em Long Island, enquanto seu marido cresceu com princípios batistas no Alabama. Com o tempo, o casal buscou a unidade em sua fé em Cristo e, por fim, decidiram se tornar presbiterianos. Anos atrás, ela colocou seus filhos em uma pré-escola cristã e passou a estudar a Palavra de Deus por meio de um estudo bíblico comunitário online. De acordo com a CBN News, a atriz adora estar cercada de cristãos com quem pode orar e diz que seu objetivo é o crescimento contínuo, conhecendo a Deus por meio das Escrituras. Batalhas Espirituais Melissa interpretou por muitos anos uma bruxa adolescente, em um dos seus papéis mais conhecidos. Atualmente, ela afirmou que às vezes tem medo e se sente envolvida pelo que a Bíblia chama de batalha espiritual. “Então eu fecho meus olhos e foco no Espírito Santo e deixo que Ele fale comigo”, disse a atriz. Ela explicou que há momentos em que sente uma escuridão ao seu redor e em sua casa, mas reconhece que pode fazê-la ir embora falando com fé em alta voz. “Quando estou em minha casa e tenho medo se estou sozinha, se meu marido está dormindo antes de mim. Se estou andando pelos corredores e tenho aquela sensação assustadora como arrepios nas costas, ou como algo que não está certo, eu apenas digo em voz alta: ‘Este é um lar de Jesus, Satanás não é bem-vindo aqui, saia, este é um lar para Jesus’”, declarou ela. “Imediatamente você sente que a escuridão vai embora. Uma das grandes coisas que aprendi é que a escuridão é apenas a ausência de luz. Sem Jesus, você só tem essa escuridão. Ele é a luz”, acrescentou. Melissa fez parte do elenco de “Deus Não Está Morto 2” e elogiou que “Hollywood finalmente viu o valor dos filmes baseados na fé, então melhores recursos agora estão sendo dedicados para produzi-los”.   GuiaMe

Autora combate ideologia de gênero e alerta pais: “Precisamos alcançar nossos filhos”

Ryan e Bethany Bomberger, um casal cristão americano, escreveu um livro para combater o que eles veem como “ataque demoníaco” à definição bíblica de gênero e sexualidade, ensinando meninas a abraçar sua identidade feminina dada por Deus. Ex-educadora e mãe de quatro filhos, Bethany entende o poder que a literatura tem de “tirar o medo e substituí-lo pela confiança”, numa sociedade em que “a cultura está quebrada e confusa”. Com o objetivo de fornecer aos pais uma ferramenta para ajudá-los a lidar com assuntos difíceis na educação dos filhos, ela e o marido escreveram ‘She is She’ (tradução livre: Ela é Ela). “Deus nos criou macho e fêmea, com milhares de diferenças belas e biológicas. As crianças não são o campo de testes para a afirmação emocional ou sexual de ninguém. Elas merecem sua inocência e a verdade”, afirmou a autora. Em entrevista ao The Christian Post, Bethany disse que é “triste” que ela e o marido tenham que escrever sobre algo que antes era considerado uma verdade simples, mas mentiras foram colocadas em prática para deturpar o que foi criado biologicamente. “Existe esse empurrão demoníaco. O inimigo sabe que, se pegar nossos filhos cada vez mais jovens, não precisa esperar até que estejam na faculdade para começar a tomar essa decisão”, declarou ela. “Temos que alcançar nossos filhos antes que um mundo quebrado o faça”, acrescentou. Valores deturpados para faixas etárias cada vez mais jovens  Bethany apontou que, cada vez mais, livrarias e bibliotecas estão vendendo livros infantis que defendem a ideia de que “quem Deus nos criou para ser não é tão importante e que existe um espectro de gênero”. “Isso alimentará uma mentalidade destrutiva e os problemas de saúde mental, que estamos vendo surgir. Os pais precisam entender que nosso papel é realmente cuidar dos filhos que Deus nos deu. Tudo o que colocamos neles os preparam para a eternidade”, enfatizou ela. A autora cita um estudo recente do Barna (empresa de pesquisa especializada em estudar as crenças religiosas e o comportamento dos americanos, assim como a interseção entre fé e cultura), que descobriu que a visão de mundo de uma pessoa é formada principalmente entre 15 meses e 13 anos de idade. Bethany alerta os pais dizendo que é crucial inserir princípios bíblicos nas crianças pequenas para trazer luz à escuridão da lama cultural existente no mundo. “Eu sei que Deus redime todas as coisas, independentemente do que as crianças tenham passado, mas se entendermos o que está acontecendo no cérebro das crianças e o que está sendo desenvolvido, acho que todos entenderíamos como é importante ter essas verdades fundamentais como parte da vida diária de nossos filhos”, disse Bethany. “E à medida que crescem, haverá um padrão pelo qual eles medirão todas as informações que chegarão a eles, e queremos que esse padrão seja verdadeiro”, afirmou ela. Alerta aos pais Os Bombergers são fundadores da The Radiance Foundation, uma organização de afirmação da vida, eles também estão por trás do livro infantil ‘Pro-life Kids!’, que usa rimas para ensinar uma visão de mundo pró-vida. Uma pesquisa recente descobriu que a parcela da população americana que se identifica como LGBT dobrou na última década, já que segundo a pesquisa, a Geração Z tem mais probabilidade do que os americanos mais velhos de se identificar com a causa. À medida que a questão cresce, Bethany declarou que ela e o marido têm uma “profunda compaixão” pelas famílias de crianças que lutam contra a identidade de gênero. Ela incentivou os pais a lembrarem seus filhos de que são “especiais e amados por Deus” e enfatizou a importância de encontrar conselheiros e pastores cristãos que também possam auxiliar sobre o assunto. “Jesus sempre capacita as crianças em toda a Escritura. O mesmo Espírito Santo que habita em mim como um adulto, também habita em meus filhos”, afirmou ela. “Minha oração é que, à medida que o inimigo aumenta seu ataque contra as crianças, o Espírito Santo repouse de uma maneira nova em nossos filhos. Deus levantará jovens para ajudar a levar luz a sua geração”, concluiu a autora.

COMO USAR SEU TEMPO COM MAIS SABEDORIA

Se você deseja usar seu tempo com mais sabedoria, Morgan Tyree pode ajudar. Tyree é um organizador profissional, instrutor de fitness e escritor. Depois que amigos a apelidaram de ‘a Morganizer’ (ortografia americana intencional), ela fundou uma empresa premiada chamada Morganize with Me . Quando questionada se Morgan era seu nome verdadeiro, ela me garantiu que apenas “acertou o jackpot”. The Productivity Zone traça a história de Tyree para ilustrar princípios e métodos simples para uma melhor gestão do tempo. Depois de destacar tantas pepitas úteis que minha cópia está quase toda amarela, três ideias se destacaram. Os mesmos três reapareciam regularmente durante nossa conversa. Para usar seu tempo com mais sabedoria, conheça a si mesmo, determine o que fazer e quando e deixe sua agenda ser moldada pela graça. Conheça a si mesmo, sua estação e seus propósitos Três anos e meio em Portugal ensinaram a Tyree o valor de se conhecer. Ela reflete: “Foi uma experiência muito legal, mas também virou meu mundo de cabeça para baixo”. “O primeiro passo para a produtividade é ser autoconsciente e realista.” -Morgan Tyree “Tenho um alto nível de energia”, explica ela. “Portanto, o desafio de me mudar para o exterior foi que eu passei de tanta estrutura e propósito para ‘eu tenho o dia inteiro – tipo oito horas’. ” No campo da produtividade, tendemos a desejar ter mais tempo. Mas seu tempo em Portugal ensinou a Tyree que há épocas em que sentimos que temos muito tempo. ‘estações’ é uma palavra importante para ela. “Sempre que você tiver uma grande mudança, a primeira coisa que eu recomendaria é realmente reconhecê-la. Eu tive que perceber que estava lutando com isso porque preciso de mais estrutura e propósito – do jeito que Deus me fez.” O primeiro passo para a produtividade é ser autoconsciente e realista. Tyree sugere registrar atividades semanais ou pedir feedback a um ente querido. Nesse caso, quando amigos em Portugal expressaram sua gratidão pelo ritmo lento, Tyree percebeu que não poderia se forçar a se relacionar. Em vez disso, ela se voltou para uma tarefa mais benéfica: perguntando a si mesma: “Como posso aproveitar ao máximo esta temporada?” Afinal, muitas vezes as estações difíceis produzem frutos inesperados.   Com bastante tempo, o que faltava a Tyree era direção. Assim ela aprendeu a definir seus propósitos e prioridades. Para orientação prática sobre como defini-los, recomendo o livro. Em princípio, “Deus quer que usemos os dons que ele nos deu e sejamos intencionais com o que quer que sejamos chamados a fazer”. Em vez de seguir o fluxo ou simplesmente confiar na estrutura externa, Tyree defende a busca intencional de propósitos e prioridades que se alinhem com nossos ‘dons’ dados por Deus – significando tanto as habilidades quanto as circunstâncias que ele fornece. O elefante na sala “A tecnologia, embora seja um presente incrível que nos dá recursos e informações, também nos faz ficar mais distraídos quase o tempo todo… e ter esse senso de urgência, de estar disponível – talvez disponível demais.” Embora ela reconheça que a fase da vida afeta nosso controle da tecnologia, Tyree novamente enfatiza a intencionalidade. Mas a tecnologia exige intencionalidade e a impede. Mais uma vez, o primeiro passo é ser autoconsciente e realista, quer isso signifique rastrear o uso diário da tecnologia ou perguntar a um ente querido: “Você acha que isso está me consumindo ou me viciando? Estou gastando muito tempo com isso?” A tecnologia é uma ferramenta (muito facilmente mal utilizada) para nos ajudar a perseguir nossos propósitos. Vale a pena nos perguntar quais são os propósitos e prioridades que o uso de nossa tecnologia indica. Mas e a aplicação? Quando conhecemos nossos propósitos e prioridades, como os perseguimos bem? Um sistema simples para gerenciamento de tempo O sistema de gerenciamento de tempo definido em A Zona de Produtividade foi projetado para ser usado por qualquer pessoa, cristã ou não. Na verdade, Tyree vê dando isso aos clientes como uma oportunidade de ministério. As três zonas, definidas em detalhes no livro, são foco, flexão e preenchimento. Via eternitynews

Rick Warren anuncia lançamento de novo livro: ‘Criado para sonhar’

O pastor Rick Warren da Saddleback Church em Lake Forest fala na Reunião Anual da Convenção Batista do Sul em Anaheim, Califórnia, em 14 de junho de 2022. | Baptist Press/Adam Covington Meses depois de deixar o cargo de pastor principal da Saddleback Church, o autor best-seller Rick Warren está lançando seu primeiro livro comercial em uma década, Criado para sonhar: as 6 fases que Deus usa para aumentar sua fé. O livro, lançado pela Zondervan Books, uma marca da HarperCollins Christian Publishing, será publicado em 11 de abril de 2023. “Em Criado para sonhar , Warren ajuda os leitores a entender como Deus usa seis fases da fé para aumentar sua maturidade espiritual enquanto realiza os sonhos que ele lhes dá. Cada fase é um teste de fé que permite aos leitores parar de se perguntar se Deus os esqueceu e começar a trabalhar com ele em direção a tudo o que ele sonhou para o futuro deles”, disse Harper Collins em um comunicado à imprensa anunciando o livro. “Através da discussão das Escrituras e da experiência vivida por Warren, Criado para Sonhar encontra os leitores onde eles estão no processo de ver o sonho de Deus para suas vidas se concretizar. Do sonho à decisão, aos atrasos, às dificuldades, aos becos sem saída e à libertação, Warren orienta os leitores em cada estágio crucial, fornecendo-lhes esperança, orientação sobre como orar e muito mais. É um livro que as pessoas irão revisitar continuamente porque os sonhos não são uma experiência única.” O título do livro também é semelhante a um conselho que ele escreveu em 2015 para Pastors.com , intitulado “Como Deus te faz crescer através das 6 fases da fé”. Na peça, Warren lista: “sonho, decisão, atraso, difícil, beco sem saída e libertação”. O projeto marca o primeiro livro comercial de Warren em uma década. Ele é o autor de mais de 100 livros, incluindo The Purpose Driven Life , que liderou as paradas de best-sellers do The Wall Street Journal, bem como as paradas da Publishers Weekly. Em 2020, mais de 50 milhões de cópias foram vendidas em mais de 85 idiomas. Warren, o fundador da Saddleback Church, uma megaigreja Batista do Sul no sul da Califórnia com uma frequência semanal de mais de 15.000, recentemente deixou seu cargo de pastor sênior da igreja. Com Leah M. Klett/The Christian Post

Atriz de ‘The Chosen’ diz que papel na série a despertou para Jesus

A história de Maria Madalena é a primeira a ser apresentada na série cristã “The Chosen”, um drama bíblico e histórico criado pelo cineasta Dallas Jenkins. A coragem e a vulnerabilidade da personagem não sensibilizaram apenas os espectadores, mas também a atriz que a interpreta. Em uma entrevista à Faithwire, Elizabeth Tabish, 36 anos, afirmou que seu papel na série, impactou profundamente sua própria compreensão de Jesus. “Fico refletindo nas palavras das cenas o dia todo. Se torna uma espécie de meditação contínua sobre os temas. Isso influencia você”, explicou ela. “Quando se está vivendo com isso por tanto tempo, você começa a achar que é um presente estar trabalhando em um projeto assim. Estou constantemente pensando no amor de Maria Madalena por Jesus e isso reflete no meu amor por Jesus”, acrescentou a atriz. Novo trabalho cristão Recentemente, Elizabeth começou a filmar cenas para “The Shift” (tradução livre: A Virada), um longa-metragem de ficção científica vagamente baseado no livro de Jó, no Antigo Testamento. “Tenho sorte de poder viver nesses espaços com papéis que realmente afirmam vida e esperança”, disse a atriz. Segundo a Faithwire, Elizabeth contou que agora ela está ciente que “o amor de Deus é real”, e foi atraída pelo enredo autêntico de “The Shift”. A relevância de conteúdos cinematográficos cristãos  Maria Madalena diante das lutas que a personagem enfrenta. (Foto: Reprodução/The Chosen) A atriz fez uma crítica a filmes baseados na fé cristã, que demonstram que a vida é mais fácil depois da salvação, citando a passagem bíblica de João 16:33, onde Jesus afirma que os crentes terão aflições e enfrentarão perseguições nesta vida. “A realidade é que fica mais difícil, porque você ainda está vivendo neste mundo e está se agarrando a valores e acreditando em princípios que são invisíveis”, disse ela. “Conhecer o que há em seu coração e agir seguindo isso é difícil, porque o mundo inteiro diz: ‘Faça o que é mais fácil, o mais barato, pegue um atalho para o que é percebido como talvez a boa vida’, mas tudo isso é desprovido de alegria”, afirmou Elizabeth. A atriz informou que acredita que as lutas criam uma fé mais forte, exemplificando o que acontece nos dois últimos episódios de The Chosen, afirmando que esse é o tema da terceira temporada: “É isso — Jesus criando a tempestade para fortalecer sua fé, e esse é um conceito interessante. Eu acho que é desafiador e um pouco mais verdadeiro para a experiência da vida real”, disse ela. Elizabeth vê seus trabalhos em “The Shift” e “The Chosen” como evidência que o entretenimento cristão está se movendo em direção a algo que as pessoas estão se conectando. “Essas histórias são destinadas a realmente desafiar. São mais honestas, lidam com emoções reais, lutas e provações”, concluiu a atriz     GuiaMe