7 de outubro de 2022
CULTURA MÚSICA

Justin Bieber faz oração no Rock in Rio: “Deus, eu oro pelo Brasil”

O cantor Justin Bieber abriu seu show no Rock in Rio com uma mensagem sobre sua fé em Jesus, antes de subir ao palco do festival às 23h de domingo (4).

Em um vídeo projetado no telão, Bieber abriu suas lutas e sua esperança em Deus. “Tento ser mais forte, mas há aqueles dias em que sou fraco. Deixei de tentar me esforçar e de fazer melhor. Confio que Deus está no controle e que Ele me ama pelo que sou e onde estou em minha vida agora”, disse o cantor.

“Me volto para Jesus, Aquele que não pecou. Que deu a Sua vida para que eu possa viver verdadeiramente em liberdade”, continuou.

Chegando perto do fim de sua apresentação, que durou cerca de 1h30, Justin sentou no piano e começou a falar ao público: “Deus não está longe, Ele está perto. Ele está perto dos quebrantados. Ele está sorrindo para você, Ele te adora, você é a menina dos olhos Dele. Ele é obcecado por você.”

E fez uma oração: “Deus, eu oro pelo Brasil, oro por cada um que está ouvindo minha voz, eu oro por proteção, oro por refrigério. Você é o consolador, Você é a cura, Você é o redentor. Você nos libertou. Nós Te agradecemos. Obrigado Jesus, obrigado Jesus, obrigado Jesus.”

Profecia dada por Deus

Apesar de se declarar cristão, Justin tem se envolvido em algumas controvérsias recentemente. No ano passado, ele anunciou a criação de sua própria marca de maconha, “Peaches”, que teve edição limitada e foi vendida em alguns estados americanos. Já este ano, após a derrubada da lei Roe vs. Wade sobre o aborto nos EUA, o cantor disse no Instagram: “Se serve de alguma coisa, acho que as mulheres devem ter a escolha do que fazer com seus próprios corpos.”

Olhando para o futuro, a mãe de Bieber, Pattie Mallette, disse que crê nas promessas de Deus para seu filho.

Em visita ao Brasil em 2019, ela disse que antes de Justin começar a cantar publicamente, aos 12 anos, ele foi para uma conferência de jovens em Toronto, no Canadá, onde “havia um grande avivamento acontecendo”.

“Eu me lembro que os jovens de 20 e poucos anos o colocaram sobre seus ombros e marcharam com ele ao redor da sala, como um sinal profético de levantar a próxima geração. Eu creio que Justin é chamado para liderar uma geração, como muitos e muitos de vocês são chamados. Isso requer muitas pessoas”, observou.

Ela conta que entre três e seis meses depois da conferência de jovens, a fama de Justin Bieber começou a se espalhar.

Mallette disse que sempre teve em seu coração o impulso “de orar pelas artes e entretenimento”, mas não imaginava que Deus teria um chamado para seu filho neste meio.

“Eu falava: ‘Deus, eu creio que o Justin vai ser um pastor de jovens ou líder de adoração’. E Deus me dizia: ‘Ele vai liderar os jovens em uma escala mundial. Ele vai me adorar em uma escala mundial. Só confie em mim’. E eu confiei”, afirmou.

GuiaMe