Nossos Estúdios

R. dos Inválidos, 212 - Centro - Rio de Janeiro

Av. Cardoso Moreira, 322 - sala 403 - Itaperuna

Fale com a gente.

“Ide por todo mundo, pregai o Evangelho a toda Criatura”

Marcos 16:15

A expressão Reta Final é bem conhecida na aviação. Particularmente faz parte do meu linguajar, vez que sou também piloto de avião. Mas que relação pode ter com um artigo sobre Missões? Para entendermos, precisamos atentar para as fases do voo de um avião qualquer. Começa com uma preparação em que se verifica tudo da aeronave, tanto pelo lado de fora   quanto pelo lado de dentro, seguindo pela avaliação da funcionalidade do(s) motores, instrumentos, qualidade do combustível, elaboração do Plano de Voo, tempo de voo, missão, duração da viagem, quantidade de combustível etc.

Após essas e outras providências é que se pode decolar com pretensão de chegarmos a um destino em determinado tempo. Dando tudo certo e quando se está bem próximo, é que o piloto comunica que está na Reta Final, e isso indica que já se vê a pista de pouso, etc. Mas, e daí? Daí que pouca coisa se pode fazer além de pousar. E por quê? Porque o combustível já se encontra no fim, a tripulação já está cansada e tudo foi programado para um determinado tempo.

O trabalho Missionário também passa por etapas parecidas, se bem que não pretendamos terminá-lo em determinado tempo. Mesmo que Jesus tenha colocado as coisas em termos da necessidade de pregarmos “a tempo e fora de tempo”, também a Bíblia continua dizendo “que há tempo para todo propósito na face da terra”. E, pelos tempos que estamos vivendo, pode ser que já estejamos até nessa Reta Final, ou pelo menos dela nos aproximando. Se isso estiver ocorrendo, pode ser que não tenhamos muito tempo para agir (pregar), podemos ter pouco combustível (recursos), a tripulação (os missionários) pode estar cansados e tantas outras situações.

E por que faço essa analogia? Por estarmos claramente no Tempo do Fim, indicado na Palavra de Deus como Princípio das Dores ou Dores de Parto. Os sinais listados nas Escrituras são claros. Estamos às portas de uma nova Guerra Mundial, que pode até ter começado. Também temos os sinais morais e toda degradação social, familiar, política, religiosa, etc. Temos diante de nós uma “pista iluminada” de pouso que indica que estamos bem perto do fim de nossa jornada. Só que não temos a opção de desviar e retardar o pouso – me parece o fim da jornada, o fim dos tempos. O que fazer então? Precisamos evangelizar os que estão conosco nessa “viagem da vida”, os que estão próximos como nossos parentes, amigos e vizinhos. Talvez até mesmo muitos dos que estão conosco na viagem, como que “assentados nas asas do avião”, mas que de fato nunca se acolheram dentro da aeronave (Igreja de Cristo) que nos conduz a eternidade. Pode parecer que a viagem tenha sido longa, mas que está próxima do fim, está. Então, corramos nesse trabalho evangelístico de “última hora”, talvez até “minutos, o que já estaria previsto com o pregar “a tempo de fora de tempo”.

Pr Heitor Antonio da Silva – Professor, Psicanalista, Piloto de Avião e Presidente da Rede Agathos.com

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *