26 de setembro de 2022
MUNDO

Missionário usa jogos online para pregar a gamers

Durante a pandemia da Covid-19 em 2020, o cristão Joshua Clayton começou a transmitir ao vivo seus jogos online.

O objetivo era gerar uma renda extra para pagar as contas médicas inesperadas de sua esposa. Mas, Joshua não imaginava que o hobby também se tornaria uma ferramenta para levar Cristo à comunidade gamer.

Após meses fazendo lives de videogame, o cristão conquistou mais de 40 mil seguidores em suas redes sociais, como Facebook, YouTube, Tik Tok, Twitch e Discord.

Alcançando espectadores de dezenas de países, Joshua passou a ter uma média de 10 mil visualizações por vídeo. O jovem percebeu que havia um campo missionário online a ser explorado.

Enquanto ele jogava ao vivo, principalmente games esportivos como NBA2K ou NCAA Football 2014, Joshua começou a falar de Jesus nos chats, onde os usuários postam comentários durante a transmissão.

“Comecei a fazer conteúdo com o propósito de cuidar da minha família, não para falar às pessoas sobre Jesus, mas falar às pessoas sobre Jesus é apenas o que eu faço e quem eu sou”, disse Joshua, em entrevista ao Baptist Press.

Oferecendo aconselhamento bíblico

“Uma grande parte do que estou fazendo agora como missionário online são coisas que venho fazendo desde o ensino médio. Eu uso o fórum de jogos online para conhecer pessoas, conversar e construir relacionamentos. Eu uso oportunidades como esta para falar às pessoas sobre Jesus”.

O gamer disse que sua formação em aconselhamento bíblico pelo Seminário Teológico Batista do Sul o ajudou a ter conversas difíceis com os seus seguidores e mostrar a esperança de Cristo a eles.

Joshua já ministrou a um homem que enfrentava a gravidez não planejada de sua namorada. Hoje, a criança já tem mais de um ano.

“Eu quero estar lá para as pessoas que estão passando por sua experiência de ‘vale da sombra da morte’”, declarou ele.

“Quero tentar construir uma plataforma que essencialmente alcance e trata a comunidade online como um campo missionário”.

Guiando para uma igreja local

Outra vez, o cristão levou um colega gamer a Jesus. Após pregar o Evangelho, Joshua sempre incentiva as pessoas a encontrar uma igreja local para serem discipuladas.

“As transmissões online terminarão. Ter essas conversas comigo pode ser bom no momento, mas ter alguém que proclama a Palavra sobre sua vida semanalmente, ter um grupo de santos que despertam suas afeições a Jesus, não posso fazer essas coisas online”, ressaltou.

Atuando como missionário digital, Joshua destaca que o Evangelho também deve ser anunciado à comunidade gamer.

“A maior parte da geração mais jovem, com menos de 40 anos, passa a maior parte do tempo online e em plataformas de mídia social, e nós, como cristãos, somos comissionados a ser condutores da graça e embaixadores do Reino”, observou ele.

E concluiu: “Essas pessoas não estão vindo à igreja, então como eles saberão a menos que alguém vá e pregue para eles?”.